Bali – 19/07/2011

Publicado: 19 de julho de 2011 em Viagens

 Athena Vila Spa é o nome do nosso resort. É uma concepção diferente e interessante. Cada 3 duplas dividem o mesmo espaço para dormir, tomar o café da manhã e usar a piscina. Nós pouco aproveitamos porque o tempo é curto e precisamos conhecer um pouco mais sobre a região.

Hoje experimentamos o café privativo. Como café, deixa a desejar, mas a proposta é muito legal.

Depois saímos para visitar o Monument Perjuangan Rakyat de Bali. Na verdade, um museu que conta a história de Bali. Uma reprodução muito bem feita, com detalhes que as nossas câmeras não conseguem captar. Ainda bem que os olhos viram e a mente registrou. Ficarão na lembrança.

A guia – Rohana – nos deu um mapa da Indonésia e situou Bali. A partir dai nos contou um pouco sobre esse continente composto por muitas ilhas habitadas ou não, com vulcões e outros fenômenos naturais.

Falou sobre o hinduismo, que o ano tem 6 meses e o mês 35 dias. Eles estão no ano 1932. A cada 210 dias, eles trocam o “saron”das divindades. São 5 os elementos representativos: fogo, terra água e vazio. Cada um tem uma cor que é usada nas oferendas. Aqui se reza para ambos os espíritos (do bem e do mal). O sangue que resulta de uma briguinha de galo, muito apreciada por aqui, é oferecido aos espíritos do mal, para acalmá-los. Em todos os lugares há oferendas com as 5 cores Só não podemos pisar se o incenso que estiver aceso. A sociedade é monogâmica aqui em Bali. O chefe é o homem e as mulheres trabalham. Divórcio é proibido. Casou tem que ficar junto. Em caso de não estarem bem, a esposa assina autorização para o homem arrumar outra mulher e dividir o mesmo espaço com ela. Isso só não se aplica a quem é funcionário público, que não pode ter mais de uma mulher, nunca. Será que a sina do Funcionário Público é se ferrar sempre?

Conversa vai, conversa vem , chegamos à primeira parada. Que trânsito!

Voltando à continuação do dia, depois do Monumento, fomos às compras. A primeira parada foi na fábrica de batik. Artesanato diferente. Quase no mesmo lugar, tinha uma fábrica de prata. Só ganhando na loteria. Que caro!

O almoço, rejeitado no início por ser pato, foi bom. Aliás, aqui se come bem.

Depois do almoço, fomos ao mercado e à plantação de arroz. O mercado é um lugar indescritível. A única coisa chata é que a pechincha faz parte do jogo e cansa. A gente perde muito tempo.

Para chegar no restaurante para jantar e assistir ao show, tivemos que enfrentar o mesmo trânsito pesado que temos visto desde que chegamos. O jantar foi ótimo e o show, razoável.

Teve, também, seção de massagem novamente, para quem quis. Fiz parte da turma que preferiu voltar para o hotel.

Amanhã será outro dia.

Anúncios
comentários
  1. sharon carlesso disse:

    FOTOS DE BALI , ESTAMOS CURIOSOS.!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s